Iraci: usando henê há 50 anos

Criei este blog pra acabar com os mitos e consequentemente o mal juízo que fazem do produto. E já são mais de 4 anos fazendo isso!
Algumas vezes surgem alguns assuntos novos que merecem atenção, dos quais eu nunca devo ter tratado no blog.
O uso do henê por anos é um deles.
Uso o henê há 5 anos e pra dizer que nunca tive problema alguma algum… Uma vez eu acabei desenvolvendo alergia ao corante do Preto Azulado em pó.
Vejo algumas pessoas falarem “Lindo seu cabelo, conheço alguém que tinha o cabelo assim, mas depois de tanto tempo usando acabou ficando careca”
 
Como sabemos, a queda capilar pode sim ser causada por determinados produtos químicos. Quando usados de forma errada, quando a fórmula for prejudicial ao couro cabeludo e etc…
Com a idade o cabelo fica mais fino, os homens ficam calvos e manter a cabeleira como as dos 20 anos parece ter sido o sonho de muitos. Observemos Silvo Santos, Faustão e a cantora Cher.
 
Uma dúvida que deve pairar sobre muitos é se o uso contínuo, intensivo e de longa data pode afetar a ‘normalidade’.
 
A Iraci, moradora de Peruíbe previamente me disse usa henê desde os 16 anos e hoje com seus 66 anos ainda usa!
Simpática, ela aceitou uma pequena entrevista, no qual eu focarei sobre o assunto abordado acima.
 
 
Iraci, vamos começar a rápida entrevista então?
Bora ai garoto.
 
1) Iraci, me conta uma coisa… Desde aos 16 anos então? Começou por influência de alguém?
Sim! uma vizinha começou a usar achei que ficou bonito e passei a usar também.
  
 
2) Qual a diferença dos henês de hoje com os de 50 anos atrás? E o preço, hoje continuam relativamente baratos?
 Antigamente alizava mais rápido, quanto ao preço sempre foi barato.
 
 
3) O henê já te causou algum problema de saúde?
 Nunca! 
  
 
4) Vamos a uma pergunta boba… A senhora  já ficou careca por causa do henê? rs
Como? Onde iria passar henê durante todo este tempo?
 
 
5) AHAHAHAHHAHA Boa (;
Ainda enfrenta preconceito de algumas cabeleireiras, familiares, amigas?
Cabeleireiras sempre! Mas com minha familia nunca. Até porque minhas filhas também usam.
 
 
6)  Olha só, Henê de geração em geração hahahaha. Meus filhos também usarão henê.
 Qual seu henê preferido ultimamente?
Absoluto ou o rená
 
 
7) Como são seus cabelos atualmente?
Lindos, como sempre.
 
 Imagem
 
Entrevista realizada através de celular

Um depoimento bem humorado rs

A Re veio aqui no blog e compartilhou conosco uma pequena história. Ela usa henê há 10 anos, não tem um olho na testa e pra não levar desaforo pra casa (ou melhor, pro ônibus) ela desfez seu coque. Vem ler!

” Vou deixar aqui meu depoimento:

meu cabelo natural, é de um tom de castanho quase loiro, mas muito ondulado! Na verdade ele é mais arrepiado e armado do que com cachos, mesmo!

por anos eu fui escrava de escova e depois da chapinha, mas nunca ficava satisfeita com os resultados, sem contar que de tempos em tempos eu precisava cortar tudo na altura dos ombros, por que o cabelo ficava todo quebrado por conta das escovas e chapinhas constantes!

Até que dez anos atrás eu conheci o milagre do henê! antes de aplicar o produto eu resolvi tingir o cabelo de preto, pois se eu não gostasse do resultado dele escuro, eu tinha a opção de deixar ele crescer até voltar a cor natural e ir cortando de tempos em tempos, já que eu sempre acabava cortando mesmo! Só que todo mundo começou a elogiar meu cabelo negro, dizendo que a cor ressaltou meu rosto, deu um ar diferente pra mim e combinou com minha pele bem branquinha! Eu também gostei muito do resultado! Então só restava domar o volume e trazer brilho e maciez! Fiz cerca de 20 aplicações até atingir o liso absoluto, e nunca mais cheguei perto de uma escova e uso chapinha junto com secador, quando preciso secar com mais rapidez o cabelo, ou para finalizar um penteado especial.

Agora a segunda parte o meu depoimento: um dia eu fui até a perfumaria (eu usava um coque do tipo “donuts” no cabelo, pois de lá eu iria para um compromisso formal) e uma vendedora veio me atender, perguntando o que eu desejava. Eu pedi pelo meu creme de hidratação habitual e enquanto ela buscava pra mim, eu fui até a prateleira do henê. quando ela viu que eu estava escolhendo, veio logo falando que eu não deveria comprar aquela “tinta” (ela nem sabia o que era o produto), por que ela tinha chumbo na formula e fazia cair todo o cabelo! E tentou me convencer á comprar outra tinta. Aí eu resolvi soltar o cabelo (hoje ele bate na linha da cintura, viva), com a desculpa dela analisar e dizer qual a melhor tinta para ele! Ela arregalou os olhos e elogiou meu cabelo, dizendo que ele era lindo e bem lisinho, chegou a perguntar se eu era mestiça de japonesa! Aí eu comentei com ela que meu cabelo era liso daquele jeito, por que eu usava henê á 10 anos, e que ele nunca caiu, queimou, derreteu, e eu nunca desenvolvi câncer, nem cresceu um terceiro olho na testa! Completei dizendo que Henê não era uma mera tinta e sim um composto que tingia e alisava gradualmente de maneira natural, e que era incompatível com o tipo de tinta que ela queria me oferecer!

Ela ficou super sem graça, pediu desculpas e foi para outro lado da perfumaria, enquanto isso eu terminei minhas compras! O lado chato foi prender o cabelo dentro do ônibus em movimento, hahaha!’

O Fim do Henê?

Imagina a situação… Você chega em uma perfumaria pra comprar aquele produtinho básico que vai alisar suas madeixas. Então… Em falta. Vai pra farmácia mais próxima… Em falta. Na farmácia do centro, aquela mesma que era o paraíso ‘heneziatico’. EM FALTA.

PARARAM DE FABRICAR O HENÊ! OMG

E agora? o.O

Calma, não criemos pânico gente.

 Em nota a Embelleze diz que a área de fabricação de henês da Embelleze, estava passando por reformas estruturais para se modernizar e melhor atender o mercado consumidor, e que o produto já voltou a ser fabricado e em breve estará nos pontos de vendas.


Nem só os henês da embelleze parecem terem sumido do mercado. Carro chefe do pretinho básico a Embelleze domina o mercado, mas divide espaço com outras marcas famosas como a Aroma do Campo com seu intitulado Henêlisa. Contudo, o sumiço das outras marcas ainda são especulações pra mim.

Na farmácia que costumo comprar está em falta e a moça que já está acostumada com minhas visitas já adiantou que não consegue encomendar mais. Estou com um pé atrás, mas ainda otimista que o mercado se estabilizará.

Semana que vem eu venho dar mais informações pra vocês! 


Ahhhh. E alguém curte hidratação com óleo e coco e mamona? Já fizeram? Não? Nem eu ‘–’
Mas descobriremos juntos em um próximo post ;D